POSSO TOMAR VACINA ASTRAZENICA SE TENHO TROMBOSE?

Quais os riscos do desenvolvimento de trombose pela vacinação contra Covid-19? 

Por causa das informações divulgadas pelas mídias e da presença de vários tipos de vacina no Brasil, essa tem sido a dúvida de muitas pessoas na hora de se vacinar. 

Em um estudo inicial, realizado em março, em um total de mais de 17 milhões de vacinas foram registrados apenas 15 casos de trombose e 22 de embolia. O risco de trombose nos pacientes que fizeram a vacina Astrazeneca (a que chamamos de vacina da Fiocruz) é muito pequeno. Vamos fazer um paralelo com algo que é muito comum no nosso dia a dia, colocando os dados em exemplos reais fica mais fácil compreender. 

Muitas mulheres usam anticoncepcional, algumas vezes para regular o ciclo menstrual e principalmente para evitar a gravidez. O risco de trombose pelo uso de anticoncepcional é bem superior ao desta vacina. Apesar disto, vemos pouca gente parando de tomar anticoncepcional pelo risco de desenvolver trombose. 

Pílula anticoncepcional

O covid é um vírus que tem assolado o Brasil, matou muitas pessoas e a vacina nos oferece uma proteção bem grande contra ele. 

Como o risco de uma trombose é muito pequeno, não há motivos para alarde. É nesse sentido que vão todos os comunicados das sociedades de cirurgia vascular, tanto no Brasil, quanto no exterior, e também dos sistemas de regulamentação de vacinas no mundo.

Neste momento, sugerimos que pacientes com histórico de trombose, embolia pulmonar ou que possuam maior risco de desenvolver estas doenças, consultem com os seus médicos para avaliarem os seus casos. 

Então, se fizer a vacina, alguns cuidados podem ser fundamentais neste processo: 

  • Exercícios diminuem as chances de desenvolvimento de trombose. (locomoção, caminhadas)
  • Use meias elásticas. Elas podem ser um ótimo recurso, porque não deixam acumular tanto sangue nas pernas.

As meias elásticas têm sido indicadas nos pacientes com varizes ou histórico de trombose que estão fazendo a vacina. 

Meias elásticas

Pacientes que têm um risco muito grande de trombose e embolia, em muitos casos, tanto na Europa quanto no Brasil, está se fazendo o uso de anticoagulantes, como se faz após uma cirurgia ou uma internação hospitalar. Procure seu médico e discuta se seu caso se encaixa nesse cuidado.

Temos que lembrar que eventualmente uma ou outra pessoa no Brasil pode até ter uma trombose relacionada à vacina, ou até por coincidência ao período em que foi vacinada, mas esses números são seguramente pequenos perto dos benefícios dela. 

A vacina vai salvar muitas vidas. Compartilhe esse post com amigos e familiares, pois o conhecimento também salva vidas.